Friday, December 28, 2007

Diário de bordo - Dia 1

Vôo atrasado. Já era esperado. Escala em Campinas. Super rápida. Chegada em Curitiba dentro do horário previsto. Nem acreditei. Mais de uma hora telefonando do aeroporto até achar um hotel. Isso que dá viajar sem reserva. Finalmente, quarto disponível, num local bom e por um preço ótimo. Ida ao balcão de informações turísticas pra saber dos melhores locais e roteiros pra visitação. Mais um tempo conversando com o guia que frisou insistentemente que deveríamos conhecer Morretes (cidadezinha perto de Curitiba). Saída do aeroporto. Trajeto até o hotel. Cidade plana. Anotar na agenda: mudar o mais breve possível pra uma cidade com ruas planas. Observação importante: cidade totalmente deserta. Chegada ao hotel. Banho. Primeiro roteiro: pegar o ônibus turístico (esse é o nome do bus se não me engano) que passa por mais de 20 pontos turísticos da cidade e dá o direito de vc descer em quatro desses pontos pra conhecer melhor, usando um ticket que vc recebe logo que paga a passagem no ponto onde embarcou.
Primeira parada: Ópera de Arame. Simplesmente fantástico! Maravilhoso o lugar. Uma estrutura toda de ferro impressionante.



Pausa para um lanche. Espera o ônibus novamente (ele passa de meia em meia hora mais ou menos). Segue o passeio. Próxima parada: Parque do "sei lá o quê" (esqueci o nome do parque, ahahahaha). Entrada do parque. Uma tempestade está armando. Fotos. A ventania não permite tirar uma foto que preste! Mas... tudo é festa! Mais fotos. Chuva. Uns pingos. Mais vento. Chuva engrossando. Melhor sair do parque enquanto é tempo. Saída do parque. Desaba a chuva. Corrida pra dentro da lojinha em frente. Espera até a chuva passar. O bus tá vindo. Corrida na chuva pra pegar o busão. Tá valendo. Melhor que ficar parada esperando a chuva passar.



Próxima parada: Memorial Ucraniano. A chuva continua, porém bem fininha. Lá é simplesmente um dos locais mais lindos que já vi. Um jardim maravilhoso logo na entrada. Fotos. Zero fotos. Acabou a pilha da câmera. Que raiva! Tem o celular da Sandra. Ôba! Fotos! O lugar estava fechado. Só deu pra conhecer e fotografar por fora. Uma pena. Mas mesmo assim valeu.

Próxima parada: Jardim Botânico. Muito lindo! Caminhada na grama até chegar a estufa. Pés no chão, claro! Sensação maravilhosa de caminhar na grama. Adoro! Fotos usando o celular. Passeio rápido pq o cansaço já era grande. Ficamos de voltar dois dias depois antes de embarcar rumo a Floripa pra conhecer tudo com mais calma.



Volta pra o hotel. Banho. Sono e fome. Ligação pro restaurante do hotel. Nada. Ligação pra recepção. Resposta: o restaurante do hotel não está funcionando pq é feriado! Como assim??? hahahaha inacreditável não?! Pois é, meus amigos, Curitiba literalmente pára nos feriados. Tá certo que era dia 25, natal, mas NADA funcionando! Osso! O cara da recepção do hotel falou q lá é assim. Pára tudo mesmo! Pergunto se tem algum lugar aberto onde a gente possa jantar. Resposta: zero lugares abertos! hahahaha tem q rir. Segundo ele só tinha um tele-entrega que funciona nos feriados. Resultado, jantamos pizza.
Muito sono. Cama. Fim do primeiro dia.

Balanço: foi um dia agradável. Conhecer pontos turísticos tão belos foi bom. Nada de framboesas no caminho, infelizmente. A saga continua...

P.S.: Para os mais espertinhos que perceberam que estou com uma roupa diferente na foto do Jardim Botânico e que eu não coloquei foto do Memorial Ucraniano eu explico: é que no dia seguinte, no passeio pra Morretes, o celular da Sandra deu um pau e nós perdemos todas as fotos! Então eu tenho zero fotos do Memorial (até pensei em colocar uma da internet, mas desisti) e a foto do Jardim Botânico foi no dia que voltamos lá.

5 comments:

Jr said...

Gabi, se soubesse que iria para Curitiba te dava altas dicas. Meu pai mora ai.

O bacana de Curitiba é que você consegue andar a pé principalmente no centro, tudo perto e sem cara de "centrão" que conhecemos.

O nome do parque que você foi é Tanguá.

Morretes é muito bonitinha pórem um inferno...rs Comeu o Barreado?

Em Curitiba almoço no Madalosso em Santa Felicidade. Rodízio de massas putz muito bom a lazanha...humm!!! e a polenta frita...

Depois do almoço saindo do restaurante na mesma rua tem umas lojinhas de artesanato e também a loja de vinhos da vinícola Durigan, compra que é muito bom, tanto o vinho quanto o suco de uva deles, você pode fazer uma degustação antes de levar.

Vale visita ao shopping estação, a Rua XV, ao Largo (onde tem uma feira de artesanato, acho que domingo), ao passeio público, ao Museu do olho do Oscar Niemayer.

O passeio de ônibus na linha turística é bacana, dá para conhecer tudo, tem alguns trechos que são perto um do outro e da para ir a pé, só pegar um mapa e acompanhar.

A ilha do mel dizem que é fantástica, não cheguei a conhecer, estava inflacionada$$$ na época. Se tiver tempo($) dê um pulo lá, tem uma operadora na rua 24 horas com pacotes.

No mais boa viagem e aproveite bastante.

Bruna Souza said...

Ah.

Gabi, da próxma vez você me leva?

Bjs!

Iana Coimbra said...

Gabi,

E cadê o diário de Bordo 2? rs. Queremos saber novidades. :)

Bjs!

Ps: Curitiba é bonita demais mesmo.

Marcelão said...

Muito legal a aventura, Gabi! Taí um lugar que quero visitar um dia. Aqui, comecei a ler "A Menina Que Roubava Livros".

Gabi said...

Oi Jr. Puxa... q triste... vc já tinha comentado cmgo q seu pai mora lá e eu esqueci completamente. Se não com certeza teria te pedido dicas.

Eu achei a cidade mto linda, limpa e organizada.

Põe inferno nisso. Um calor do capeta em Morretes, ahahahaha e eu comi o barreado sim, rs... não poderia deixar de experimentar.

Perdi tudo isso: rodízio de massas, vinhos e tudo mais q vc indicou. Ficou pra qdo eu voltar...

O Museu do Oscar Niemayer tava fechado, assim como a rua 24h, então só passei perto, mas não deu pra conhecer.

A ilha do mel tb ficou pra próxima. Descobri q tem mta coisa no sul pra conhecer, preciso voltar lá com certeza! De qq forma valeu pelas dicas.


Te levo sim, Bruna!!! hehehehe


O diário de bordo 02 e 03 saem agora, Iana, hehehe é q eu fiquei sem acesso a internet lá em floripa uns 10 dias, qdo fui pras praias mais afastadas e lindas.

Marcelão, visita mesmo, cara. E aproveita pra visitar a gente aqui, hehehehehe Tá gostando do livro??? Qdo encontramos no msn me conta!!! =)

bjus a todos!!!